Hsing-I Ch'uan (Xing-YiQuan), o Boxe da Mente e Forma, é um estilo de arte marcial chinesa interna (neijia), é também conhecido como Boxe dos Cinco Elementos ou Wuxing Chuan.
     Xingyi Quan é um estilo interno conhecido por seus movimentos dinâmicos e explosivos. Xing ou forma, é derivado de imitar os movimentos lutadores de 12 diferente animais. Yi ou intençao recorre ao espírito elevado dos animais na ação. Quan literalmente punho de meios. Então, Xingyiquan é traduzido como Punho de Forma/intenção.    
     Este estilo consiste em cinco movimentos fundamentais: Pi (Divida), Zuan(Broca), Beng (expandir), Pao (Canhão), e Heng. Os cinco movimentos são correspondidos com Metal, Madeira, Água, Fogo e Terra. É caracterizado por movimentos lineares e ofensivos como um modo de defesa.
     Movimentos de Xingyiquan são fáceis aprender, mas  para  dominar requer dedicação e trabalho duro. É uma excelente  introdução para o lado interno de artes marciais que treinam o artista marcial para o externo. Também é um estilo de transição excelente para Taijiquan. No Brasil existem diversos representantes do estilo.
     Na cidade de Tai Gu da provincia de Shan Xi, os famosos mestres de Xing Yi Quan, Guo Yun Shen e Che Yi Zhai.
     Seu desenvolvimento é atribuído segundo a lenda ao famoso general chinês Yueh Fei (Wu Mu). Suas origens datam da dinastia Liang, cerca de 540 d.C.
     Existem registros históricos devidamente documentados a partir de Ji Longfeng (Jijike) (1602-1683) provável criador deste estilo, conta-se que foi elaborado a partir de um livro que lhe foi entregue assinado por Yueh Fei. Ji Longfeng estudou o livro dia e noite por muitos anos desenvolvendo este estilo.
     Seu maior ícone foi o mestre Guo Yun Shen (1827-1903) que por sua vez foi mestre de Wang Xiang Zhai, que utilizando alguns conceitos deste estilo juntamente com o Pakua Chang e Tai Chi Chuan desenvolveu o I-Chuan.

Guo Yun Shen (1827-1903)
Hsing-I Ch'uan (Xing-YiQuan)
     Na década de 1970 o mestre Wu Chao Hsiang introduziu o estilo de Hsing-Yi original de Shanxi no Rio de Janeiro.

     No ano de 1986 o mestre Wang Te Cheng, então com 50 anos, chega ao Brasil trazendo uma experiência de mais de 35 anos em artes marciais, sendo reconhecido na China como um grande especialista nos estilos Hsing-I (XingYi) e I-Chuan (YiQuan), ensinou I-Chuan, Tai Chi Chuan e Hsing-I Chuan (Xingyiquan) Wuxing ou 5 elementos em São Paulo por 20 anos.

     Atualmente na cidade de São Paulo mestre Leonardo Liu discípulo do mestre Liu Kuan Ping, transmissor do Hsing-I Chuan (XingYiquan)originário de Shanxi (Shanxi Wushu).
     Em 1960 o Grão-Mestre Chan Kowk Wai chega ao Brasil trazendo o Xingyiquan entre outros estilos de kungfu, em São Paulo.
     Chan Kowk Wai, mais conhecido como Mestre Chan, nasceu em 1936, na província de Guangdong, que fica na região de Cantão, no sul da China. Ainda muito pequeno começou a se interessar pelas artes marciais chinesas e a desenvolver o Kung-Fu.
     Em 1960, o jovem Chan mudou-se para São Paulo. No início de sua vida no Brasil teve um restaurante de comidas típicas de seu país. Nas horas vagas, promovia atividades para divulgar o Kung-Fu no novo lar.    
     Mestre Chan já deu aulas em diversas escolas de São Paulo, do Brasil e do exterior, tendo formado milhares de alunos no decorrer de todos estes anos. Atualmente, ensina Kung-Fu na rua João Moura, 288, no bairro de Pinheiros. Sua academia coleciona diversos prêmios conquistados em competições de artes marciais nacionais e internacionais.
Um site feito para amantes da milenar arte da luta
MUNDO MARCIAL